Gestão de Diretoria (2006-2007)

Martino Martinelli Filho

Gestão de Diretoria 2006-2007

“Você quebrou uma tradição de quase 20 anos, mas eu confio no seu trabalho!”

Essas foram palavras do nosso querido decano Ivan Maia, enquanto carinhosamente me cumprimentava pela eleição ao cargo de presidente do DAEC, que a partir de setembro de 2005 passou a ser denominado Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas.

A quebra de tradição a que Ivan se referia era a de que, até então, apenas eletrofisiologistas tinham exercido o cargo de presidente da nossa entidade.

Em relação ao trabalho, caro Ivan e demais membros da SOBRAC, não tenham dúvidas de que, durante os 730 dias de minha gestão (2006-2007) estarei, de alguma maneira, me dedicando aos interesses de nossa sociedade. Aliás, de uma nova entidade que preserve os antigos princípios de probidade moral e administrativa, que caracterizaram o DAEC, e que projete objetivos mais amplos e ambiciosos. Isto porque, felizmente nos últimos anos, foi significativa a adesão de novos especialistas em arritmias cardíacas, sobretudo os dedicados à área clínica e ao manuseio de dispositivos implantáveis (médicos e não-médicos).

Essa mudança de perfil, sem dúvida, faz com que todos cresçam e quanto mais diversificadas forem nossas atividades, maior será a nossa sociedade.

Pensando assim, caro Ivan, a quebra de tradição pode ser expressão de crescimento e farei tudo para que isso se sustente.

Então, vamos trabalhar!!

Antes tudo, uma grande sociedade precisa ter uma estrutura administrativa sólida. Este será o nosso primeiro mote: organização com solidez. Para isso, já contamos com uma sede, em São Paulo com razoável logística e, com um administrador capacitado. Vamos investir muito em informática, incrementando o belo trabalho desenvolvido pelo Henrique Maia, a quem somos todos devedores.

Comunicação dinâmica será outro mote dessa administração, através de um site mais interativo e da introdução de um novo veículo de informação, o boletim SOBRAC.

Fui privilegiado por contar com uma diretoria de muita qualidade. Após inúmeros encontros e discussões, estou convicto de que estamos fechados num grande projeto. Então, surgiram outras metas: calendário educativo (regionais da SBC) e valorização profissional administrada (especialistas contratados).

Com relação à principal atividade científica da Sociedade, o Congresso Brasileiro de Arritmias Cardíacas, a recente revisão estatutária fez crescer significativamente a responsabilidade direta do Presidente da SOBRAC, na coordenação administrativa do evento. Nesse sentido, todo o projeto para São Paulo -2006 (desenvolvido) e Porto Alegre -2007 (desenvolvimento adiantado) deverá ser alvo permanente de nossa pessoal participação.

Para finalizar, exalto na figura do querido Ivan Maia, várias vezes aqui citado, o eterno reconhecimento de que, quaisquer que sejam nossas conquistas, estarão sempre atreladas ao fato de que tudo começou, há mais de 20 anos, com a reunião de um grupo de abnegados eletrofisiologistas cuja missão foi engrandecer a medicina brasileira.

Martino Martinelli Filho

Compartilhe:
Facebooktwittergoogle_pluslinkedinFacebooktwittergoogle_pluslinkedin